Soluções seguras para as marcas da gravidez

Provavelmente você já entendeu que manchas, acne e oleosidade excessiva são sinais típicos das alterações hormonais da gestação e que muitos tratamentos e ativos são proibidos nessa fase sob o risco de prejudicar a saúde do seu baby. Mas nem por isso você precisa abrir mão de se cuidar e, além de apelar para a maquiagem que apenas camufla as marcas, vamos mostrar nesse post como amenizar e até acabar com essas imperfeições. E o melhor: tudo de forma segura para o seu baby!

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Olha só:

Ataque às manchas Os ácidos, super usados para esse tipo de problema, devem passar bem longe de você, então a saída é investir em cremes com vitamina C, um clareador eficiente e que barra a liberação da melanina, aquele pigmento responsável por dar cor para a pele e às manchas.

Ataque à oleosidade Boa parte dos tratamentos à laser, eficientes na redução da produção de sebo também são proibidos, mas o laser gênesis é mais brando e recomendado por alguns dermatologistas. Então vale a pena ver se o seu médico te libera para fazer as sessões com o aparelho, que emite uma energia que deixa as glândulas sebáceas controladas por até quatro meses, tendo a possibilidade de fazer uma sessão no início da gravidez e outra apenas na metade da gestação.

Ataque à acne Uma ótima forma de reduzir o drama é fazer uma  limpeza de pele com a esteticista para remover as células mortas e os cravos e equilibrar a produção de sebo, que entope os poros e causa a acne. As duas primeiras sessões podem ser feitas com um  intervalo de 20 dias e as outras com intervalo de 40 dias.

 

Por: Aline Dini

 

Posts relacionados