Quer engravidar? Comece reduzindo o carboidrato

 

carboidrato gravidez

Um estudo americano conduzido pelo pesquisador Jeffrey Russel, do instituto de Medicina Reprodutiva Delaware, em Newark (EUA), mostrou que reduzir o consumo de carboidrato e ingerir mais proteínas pode ajudar mulheres que estão em tratamento de fertilização em vitro a engravidarem. O cientista disse que dietas ricas em carboidratos (aí inclusos pão francês, macarrão e arroz branco) criam um ambiente hostil de alta glicose antes da concepção e implantação. Assim, os ovos e embriões não estarão bem. Já ao reduzir carboidratos e aumentar proteínas o óvulo estaria sendo “cuidado” de forma mais saudável. A conclusão é resultado da análise de mais de 120 mulheres, com idades entre 36 e 37 anos, sendo que a dieta diária de algumas incluía 60% a 70% de carboidratos, divididos entre mingau de aveia no café da manhã, pão no hora do almoço e macarrão no jantar. E sem proteínas. O pesquisador notou que, quando o consumo de proteína era maior que 25% da dieta e a de carboidratos menor que 40%, a taxa de gravidez clínica subia para 80%. Então, fica a dica para você que está tentando engravidar, especialmente com uma FIV: – carboidratos + proteínas = mais chances de engravidar! Claro que a ideia não é incentivar nenhum tipo de dieta restritiva ou com zero carboidrato, mas sim, ressaltar que comendo de forma saudável, os óvulos agradecem e a cegonha pode trazer boas notícias!

Posts relacionados