Quem bebe leite tem mais chances de perder peso

leite perda de peso
O leite, assim como vários alimentos já foram considerados vilões e mocinhos muitas vezes. Tem médicos que defendem o consumo, outros vetam totalmente. E com as dietas com baixo ou zero lactose, ele já não faz mais parte da dieta de muita gente. No entanto, um estudo recente, conduzido pela pesquisadora Marta Van Loan, PhD. da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou um benefício pouco conhecido da bebida: a relação com a perda de peso. Segundo o estudo, pessoas de diferentes faixas etárias que consomem leite são mais magras e menos predispostas à obesidade. Nos programas de emagrecimento em que há o consumo de leite as taxas de perda de peso são maiores, se comparadas a dietas pobres neste alimento. A explicação para isso, segundo a pesquisa, é que o alto teor de cálcio presente no leite estimula a redução de gordura no organismo. Consequentemente, previne o ganho de peso. O contrário também acontece: uma dieta pobre em cálcio faz com que as células de gordura precisem aumentar seus estoques, usando menos a gordura para gerar energia.
A nutricionista Beatriz Botéquio, da Equilibrium Consultoria e da Associação Brasileira de Laticínios, explica que além de ser uma fonte riquíssima em cálcio (um copo de 200 ml supre 25% da necessidade diária do nutriente), o alimento tem carboidratos, proteínas de alta qualidade e gorduras, que são importantes para a saúde do corpo. “Ele se destaca também pela qualidade de suas proteínas, que são classificadas como completas, especialmente devido à sua composição de aminoácidos essenciais. É importante ressaltar que, em média, 95% dos aminoácidos presentes no leite são absorvidos e utilizados pelo corpo. Com isso, tomar leite contribui não só para prevenção da obesidade, mas também para doenças no coração, diabetes, síndrome metabólica e controle dos níveis de colesterol no sangue”, conclui.
Intolerância à lactose
As dietas sem glúten e lactose ficaram famosas no Brasil e muita gente deixou de consumir leite e derivados. Mas, especialistas afirmam que só quem realmente deve tirar esses alimentos do cardápio são as pessoas que não têm capacidade de aproveitar o nutriente, pois o organismo não produz a enzima lactase, responsável pela sua digestão. E ainda assim, vale ressaltar que já existem leites com pouca ou sem lactose disponíveis no mercado.

Agora, a escolha em consumir ou não leite e derivados deve ser consciente e individual.

Posts relacionados