Por dentro da cesariana

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na dúvida se faz ou não a cesárea? Então veja aqui o que a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, de São Paulo, nos contou sobre a operação:

Recomendação Para casos em que a gestação é de emergência e o parto precisa acontecer em poucos minutos, a gestação é de gêmeos, o bebê está atravessado dentro do útero, sentado, pesa mais que quatro quilos ou tem a cabeça maior do que a passagem da mãe.

Como funciona Depois de dar a anestesia, geralmente raquidiana, o médico faz um corte pequeno no abdômen e no útero para retirar o bebê e assim que ele nasce a incisão é fechada com pontos internos e externos.

Ponto positivo Na cesariana, o parto é rápido, sem dor e pode ser agendado, permitindo que tanto a mãe quanto a família se programe para o nascimento do bebê.

Ponto negativo A mãe tem sangramento aumentado durante a cirurgia e pode haver infecção na ferida operatória.

Riscos São os mesmos que em qualquer procedimento cirúrgico, podendo ter complicações com a anestesia, maior perda de sangue, infecção, hérnias ou queloides na cicatriz, recuperação mais lenta e dolorida e o leite demora mais para descer.

Recuperação Nos primeiro mês após o parto é proibido que a mãe pegue peso ou faça esforço excessivo, evitando ter relação sexual e fazer atividade física por pelo menos 40 dias.

Conte para nós como foi o seu parto ou que tipo de parto você pretende fazer e o motivo da escolha! blogmaeaos40@gmail.com.

Veja também como funciona o parto natural

Confira os benefícios do parto normal

Por: Aline Dini

 

 

Posts relacionados