6 mitos que mais me falaram durante a gestação

 

mitos da gravidezSe tem uma época da vida da mulher em que todo mundo se sente no direito e até na obrigação de dar “conselhos” é a gravidez. Alguma coisa acontece com as pessoas e quando elas menos esperam já saiu a tal pérola. É claro que muita gente não faz isso por mal e às vezes é muito engraçado. Se você está grávida ou tem uma amiga que está, com certeza as frases abaixo vão soar bem familiares. Eu, pelo menos, escuto toda semana algumas delas. Mas, bora esclarecer que nem tudo o que se ouve é verdade né minha gente?!

Não se esqueça que agora você deve comer por dois.
Apesar de muita gente seguir esse “conselho” à risca, comendo até por 3, pela tia, pelos amigos, a verdade é que o aumento deve ser de apenas 300 calorias diárias, o que é suficiente para a mãe se sentir saciada e para o bom desenvolvimento do bebê. Claro que um dia ou outro a gente acaba enfiando o pé na jaca, mas essa deve ser a exceção e não a regra.

Sua barriga está pontuda. É um menino com certeza!
Eu já ouvi essa frase lá pelo 5º mês de gestação, mas na verdade estou grávida de uma menina! Apesar dos mais antigos acreditarem piamente que o formato da barriga denuncia o sexo do bebê, isso não passa de mito. O mesmo vale para as barrigas redondas, que parecem alargar mais o quadril e dizem que é “barriga de menina”.

Você vai ter que parar de ir à academia.
Especialmente se você já tinha um bom condicionamento e estava acostumada a malhar, não há problema nenhum em continuar com os exercícios. A única diferença é que eles deverão ser adaptados ao seu novo corpo e se forem de alto impacto deverão ser amenizados. Mas isso não significa que você não possa levantar alguns pesinhos, ok?

Essa azia é sinal de que seu bebê vai nascer cabeludo.
Nem preciso dizer que a quantidade de cabelos que um bebê tem é resultado da combinação genética do pai e da mãe, certo? Já vi muita grávida achar que teria um bebê super-cabelo e a criança nascer carequinha, carequinha… Claro que pode, e muitas vezes acontece de o bebê nascer cabeludo em grávidas que têm azia. No entanto, ele nasceria assim mesmo que você não sentisse nada. Isso porque a azia nada mais é do que o resultado do útero pressionando o estômago.

Tem algum desejo? É melhor satisfazê-lo para o neném não nascer com sinais na pele.
Esse é o mais absurdo de todos pra mim. Mas, muita gente repete! E pior: conheço várias mulheres que disseram que os filhos tem algum sinal na pele devido à vontade que ficaram de comer bolo, jaca e outras coisas mais malucas. Outro dia até ouvi uma mãe dizer que sua filha tinha nascido estrábica por conta de um pedaço de bolo de coco que não comeu quando estava grávida. Não há nenhuma comprovação entre uma coisa e outra. Pode dormir tranquila.

Bebe bastante cerveja escura ou leite para aumentar a sua produção de leite.
Já vale começar dizendo que o fato de ser escura não torna esse tipo de cerveja liberada para grávidas ou lactantes, afinal, ela também contém álcool. “Só” por isso você deve passar longe. Pior ainda é acreditar que a cerveja teria alguma relação com a produção de leite. E beber mais leite durante a gestação também não vai fazer seu organismo produzir leite. Isso acontece devido às alterações naturais no corpo da mãe durante a gravidez. E logo após o parto a estimulação vem do bebê ao sugar o seio materno.

Posts relacionados