Exercite o assoalho pélvico e melhore a qualidade de vida!

pompoarismo

Seja sincera: você sabe o que é e onde está localizado o assoalho pélvico? Se não souber, provavelmente já ouviu falar em bexiga caída ou períneo, certo? Pois bem, ele é um conjunto de estruturas musculares e ligamentos que formam uma rede muscular, como se fosse um berço dos órgãos como bexiga, útero e intestino, responsáveis pela nossa continência urinaria e fecal. Mas para funcionar direitinho os músculos precisam estar fortes. E é aí que entra o problema: com o passar dos anos ou em mulheres que já tiveram filhos (independentemente do tipo de parto) a tendência é ter um afrouxamento, que pode causar incontinência urinária ou outros problemas relacionados à disfunção sexual. A dificuldade de atingir o orgasmo é uma delas. E por falar em incontinência urinária, vocês sabiam que, segundo um estudo da USP, feito em 2013, ela afetará 50% das mulheres em alguma fase da vida, podendo chegar a 60% nas que têm mais de 60 anos?

“Treino” para fortalecer o períneo

A boa notícia é que dá para prevenir as disfunções citadas acima. Como? Um dos exercícios é de contração e relaxamento da musculatura pélvica. E para saber se você esta contraindo estes músculos da forma certa, podemos fazer um teste: ao ir ao banheiro tente interromper mais de uma vez o fluxo de urina. Se conseguir segurar bem o xixi, sem escapar, você estará contraindo a musculatura correta. Mas não é indicado fazer esses movimentos como um treino. Eles devem ser usados neste teste inicial, ok? Para saber exatamente se esses músculos estão “em dia” vale consultar uma fisioterapeuta especialista, que vai avaliar a região e poderá passar alguns treinos personalizados para se fazer em casa e na clínica (usando alguns acessórios, como os pesinhos conhecidos como cones vaginais).

Ao exercitar esses músculos você prepara a região para prevenir a incontinência urinaria, a bexiga caída e, para quem está grávida ou pensando em ter um bebê, vai fortalecer e preparar a área para o parto.

Os exercícios e fases da vida influenciam no assoalho pélvico

Nas atividades de alto impacto, como corrida, jump ou um simples abdominal, os músculos do assoalho pélvico são muito pressionados. Daí a importância de exercitá-los também. Assim você estará protegendo seu períneo. E por fim, sabemos que em algumas fases da vida da mulher, como na gestação, pós-parto e menopausa a sexualidade muitas vezes fica prejudicada. Assim, a “ginástica” pélvica contribui para o fortalecimento do períneo e, consequentemente, melhora o momento de intimidade do casal. Por isso, procure sempre conhecer o seu corpo e viva melhor! Nós, fisioterapeutas, estamos aqui para ajudar!

Vanessa C Marques Soares é fisioterapeuta especializada em obstetrícia, da Donna Fisio, em São Paulo.

Posts relacionados