Como anda a sua libido?

Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

Abrimos esse espaço para falar sobre sexo e para ajudar você a aproveitar da melhor forma esse momento. Afinal, sabemos que a gravidez mexe com a mulher e que mesmo ela sendo bem resolvida, ótima profissional e parceira, uma dúvida ou outra sempre aparece. Nesse primeiro post sobre o tema, conversamos sobre libido com a psicóloga Laura Muller, especialista em sexualidade, consultora do programa Altas Horas, da Rede Globo, e autora do livro recém-lançado Educação Sexual em 8 Lições (Editora Academia do Livro):

 

Mãe aos 40 É verdade que por volta dos 40 anos a libido tende a diminuir?

Laura Muller Não necessariamente. O desejo tem uma relação com os nossos hormônios, mas o que mais conta é o lado emocional. Por exemplo, em momentos de grande estresse, ansiedade, angústia ou quando estamos muito focadas num projeto novo e que rouba toda a atenção pode acontecer uma baixa de desejo sexual. Desentendimentos e mágoas fora da cama são outros fatores que jogam baldes de água fria na vontade de fazer sexo.

 

Mãe aos 40 Quais são suas dicas para a mulher que está com a libido em baixa?

Laura Muller Acho importante investigar quais fatores estão minando o desejo. A mulher pode fazer isso sozinha ou contar com a ajuda de especialistas: o ginecologista pode ajudar a entender as causas físicas como as alterações hormonais, por exemplo. Já ao psicólogo cabe cuidar das questões emocionais e certamente um bom profissional vai ajudar a encontrar um equilíbrio.

Foto: Site Laura Muller
Foto: Site Laura Muller

Mãe aos 40 Por outro lado, ouvi dizer que algumas mulheres ficam mais ligadas ao sexo durante a gravidez. Até que ponto isso é verdade?

Laura Muller Essa é uma questão varia em cada mulher. Isso porque além das transformações hormonais que são gigantescas nessa fase, algumas grávidas se sentem mais femininas do que nunca e têm essa fase como um marco em sua vida. Obviamente isso acaba influenciando positivamente no desejo sexual. Mas há também as que se sentem incomodadas com todas as mudanças, o que impede ou atrapalha o apetite sexual. E tem ainda as que julgam não ser correto fazer sexo nessa fase. Daí a importância de entender cada uma delas e tentar ser o mais compreensível possível.

 

No post da semana que vem Laura Muller vai falar sobre as posições que mais favorecem a grávida na cama. E você tem alguma dúvida, sugestão ou história curiosa para contar? Envie para nós!

Anote aí: contato@maeaos40.com.br

Por: Aline Dini

 

 

Posts relacionados