Uma história de superação e muito amor!

mae aos 40

Pesquisando na internet encontramos um blog que contava histórias de uma mãe quarentona. Como o assunto nos interessava, resolvemos saber um pouco mais sobre essa mulher e descobrimos que tratava-se de uma neurótica que nunca tinha tido o desejo de ser mãe. Muito pelo contrário: aos 10 anos de idade decidiu que não iria ter um filho. E ponto. Quer dizer, até o dia em que completou 36 anos e teve a ideia de que iria ter um bebê. E assim foi. A publicitária Marcia Sandy teve uma gravidez maravilhosa, sem enjoos ou desconfortos, o problema é que apesar de ser uma mãe madura na idade, era totalmente inocente quanto ao que estava por vir: as alegrias, as expectativas e as gigantescas transformações que um bebê pode proporcionar no dia a dia. E no momento exato em que sua filha nasceu, alguma coisa parecia ter ido embora junto com ela. “Senti um vazio inexplicável. O tempo foi passando e cada vez mais a felicidade dava lugar a sentimentos negativos de medo e tristeza, e mesmo já tendo ouvido falar sobre a depressão pós-parto, me recusei a acreditar que era o meu caso, pois sentia culpa em admitir que ser mãe poderia trazer outro sentimento que não o de felicidade plena”, conta a publicitária. E foi essa negação que fez com que Márcia só procurasse tratamento quase dois anos depois, quando sua ginecologista pediu que fizesse terapia e tomasse medicamentos.

O desabafo
Mércia não podia arcar com os custos da terapia, então começou a desabafar em um blog, como forma de curar a si mesma. “Cada vez me sentia mais forte e animada em dividir minhas experiências, tentando transformar, no texto, todos os momentos difíceis em episódios engraçados. O blog acabou virando um livro, que escrevia no tempo livre. Aliás, grande parte do livro foi escrita à mão dentro dos ônibus parados nos engarrafamentos”, diz ela. Dois anos mais tarde o livro saiu e Márcia se sentiu confiante para dar alta a si mesma. Hoje a pequena Laura está com quatro anos e Márcia reencontrou o prazer de ser mãe.
Se você tem uma experiência parecida com essa escreva para nós! No fim deste mês vamos sortear o livro!

Mãe aos 40: A nova geração de mães não é tão nova assim (Editora Dracena)
Preço: Entre R$ 24 e R$ 37
Vendido em: Livraria e sites como Amazon, Livraria Cultura e Cia dos Livros.

  • G+
  • Facebook Comentários (2)

    2 Comentários

    1. Fatima -

      Me identifiquei muito com sua historia, apesar de já ser mãe de 2 meninas, aos 46 anos engravidei, minhas filhas na época tinham 25 e 21 anos, a gravidez veio como uma bomba, me sentia triste e sem motivação para começar tudo de novo, e para piorar, meus pais estavam cada dia mais doentes, meu pai com Alzheimer e minha mãe com problemas graves de coração, foram 9 meses de preocupação, afinal eu com 46 anos e meu marido com 54 anos as chances de uma criança com problemas era grande, qdo finalmente a minha Luisa nasceu, linda, perfeita, meu coração se derreteu, mesmo assim, tive depressão pós parto, não fiz tratamento, até porque não tive muito tempo para pensar no assunto, pois 2 meses depois minha mãe foi internada e faleceu qdo a Luisa fez 6 meses e meu pai faleceu qdo ela fez 1 aninho. Hoje ela tem 4 e meio, ainda estou aprendendo a lidar com a situação, e apesar da maturidade, me vejo muitas vezes insegura em algumas situações.
      Adorei o site, grande beijo.

      • Mãe aos 40 -

        Olá, Fatima, bom dia!
        É muito gratificante para nós, do blog Mãe aos 40, ouvir histórias tão cheias de desafios e superações! Obrigada pelo seu comentário e, caso você também queira dividir a sua história com outras leitoras, envie o seu e-mail que entraremos em contato. Ou você pode enviar um e-mail para: blogmaoaos40@gmail.com

        Um forte abraço e até mais!

    Comente!

Posts relacionados