Diário de uma grávida – 8º mês: plaquetas baixas e a indicação da cesárea

gravidezQuem acompanha a minha história aqui no site sabe o quanto minha gestação está sendo tranquila, no sentido de não ter ido às pressas para o médico uma vez sequer. Aliás, já confessei aqui que às vezes até esquecia que estava grávida. Pois bem! Mas, como a vida é uma caixinha de surpresas, infelizmente minha saúde deu sinais de que não está tão bem quanto eu imaginava. E isso fez as esperanças por um parto normal irem por água abaixo. Explico: lá pelo sexto mês descobrimos que eu estava com um problema de plaquetas baixas (plaquetopenia ou trombocitopenia), o que precisaria ser melhorado caso eu continuasse a optar pelo parto normal. Porém, mesmo com medicamentos, as plaquetas não subiram.

Mas o que as plaquetas baixas têm a ver com a contraindicação para o parto normal?
Foi exatamente essa a pergunta que eu fiz para a hematologista. E a resposta é que quando há baixa quantidade de plaquetas no sangue, há um comprometimento da coagualação sanguínea, havendo risco de ter hemorragia durante o parto, o que pode evoluir para um quadro ainda mais grave. Para você ter ideia, uma pessoa saudável tem entre 150 a 450 mil plaquetas por microlitro de sangue. A contagem das minhas está bem abaixo do mínimo, variando entre 75 a 90 mil plaquetas por microlitro. Nada favorável.

A causa do problema
Fiz mais de 30 exames para descobrir o motivo do problema, entre eles, o de HIV e lúpus, que são fatores de risco para a plaquetopenia, já que reduzem a capacidade de produção de plaquetas. E o que descobri num ultrassom foi que estou com o baço aumentado. Resultado? Como ele está maior, há uma quantidade enorme de plaquetas acumuladas dentro dele, em vez de estarem circulando livremente pela corrente sanguínea. Associado a isso, até mesmo a gravidez é considerada um fator de risco para as plaquetas baixas.

Como vai ser daqui pra frente
Justamente por estar com a coagulação do sangue comprometida, há risco de eu ter hemorragia durante o parto, daí a indicação de tomar um medicamento coagulante 3 dias antes da data. E se tratando de um parto normal convencional, nunca se sabe a hora em que a criança quer vir ao mundo, logo não daria para fazer essa prevenção. Havia então duas possibilidades de parto: o normal induzido com medicamentos, como a ocitocina, e a cesárea. Minha médica recomendou a primeira opção. No entanto, como não será ela que fará o parto, conversei com a equipe médica plantonista e com a hematologista responsável pelo pedido dos exames, que foram unânimes em recomendar a cesárea. Segundo os especialistas, numa cesárea há maior possibilidade de assumir o controle, caso algo fuja do normal, como uma hemorragia interna, por exemplo. Ressalto aqui, porém, que sei que para muitos médicos a plaquetopenia não é indicação de cesárea. A minha médica, inclusive, não considera a necessidade e já me alertou sobre isso. Estou munida de informações, que levei para o médico responsável pela maternidade em que farei o parto, e com o qual tive uma conversa consciente. Porém, não tenho como ir contra uma equipe médica plantonista. E me resta ficar confiante de que tudo dará certo.

Diante da realidade, estou me preparando psicologicamente para encarar a cirurgia, mas confesso que jamais optaria por ela, caso o poder de decisão estivesse apenas nas minhas mãos e eu estivesse mais saudável.  Sempre quis saber como é parir um bebê por vias naturais. Quem sabe numa próxima né?!

oitavo mês gravidez
  • G+
  • Facebook Comentários (3)

    3 Comentários

    1. Thiara -

      Confesso que gostei muito do seu depoimento pois estou passando pelo mesmo problema. Porém as minhas plaquetas não estão tão baixas quanto as suas, 115.000. Minha médica não me deu nenhuma solução, apenas disse pra eu informar ao plantonista na hora que eu for para o hospital ganhar.Estou de 38 semanas.

      • Mãe aos 40 -

        Olá, Thiara! Apesar de estarem abaixo do normal, acredito que você não corra risco. Senão, provavelmente a médica teria indicado um hematologista ou feito uma carta para o médico plantonista explicando seu caso e com as recomendações. Vai dar tudo certo!!! Eu passei novamente com a minha e ela está segura em tentar um parto normal por indução em vez da cesárea logo de cara. Vou para o hospital na próxima terça! Acompanhe por aqui que em breve teremos um relato do parto e lá eu vou contar os detalhes. Boa hora para nós! Beijos.

    2. Luana -

      Estou com 37 semanas e com 80 mil de plaquetas ..super preocupada..tenho consulta dia 30 meu médico vai decidir qual melhor parto para mim.

    Comente!

Posts relacionados