Conheça a história de Andrea, mãe da Lara

trombose na gravidezSou diabética desde adolescente e também uso insulina desde essa época. Há cerca de seis anos tive trombose cerebral. Fiquei 32 dias na UTI e durante esse período e mais alguns meses perdi a memória. Fui recuperando-a aos poucos, mas ainda hoje tenho dificuldade de lembrar algumas palavras quando estou conversando. No entanto, nenhum desses problemas me impediu de gerar um bebê, o que aconteceu há quase cinco anos, sem que eu tivesse planejado. Claro que quando engravidei, tive dificuldade em encontrar um obstetra que aceitasse me acompanhar, todos achavam uma loucura a maternidade em minha vida, pois tudo era muito arriscado. Mas com muito esforço consegui um obstetra e fui acompanhada a gravidez inteira por meu neurologista e hematologista. Nessa época troquei o medicamento de sempre (Marevan), que evitava uma nova trombose pelo Clexane, que usei durante toda a gestação, sendo que eu mesma aplicava a injeção. Fiquei com alguns hematomas roxos na barriga, senti dores nas picadas, mas nada que não fosse suportável. Continuei com o medicamento por mais seis meses na amamentação, retornando ao remédio habitual. Segui todas as recomendações médicas e a minha filha Lara, com quatro anos hoje, nasceu perfeita e saudável! Acredito que ser  muito determinada e fazer o que é necessário, sem reclamações foram os segredos para passar por todo esse processo e hoje estar aqui dividindo a minha história de superação com vocês. Essa reviravolta que tive em minha vida me incentivou também a criar o blog “Coisas da Lara”, onde divido o aprendizado e a evolução da minha filha! Posso dizer que hoje sou muito mais completa e enxergo ainda mais beleza na vida! Um beijo a todas as leitoras!

  • G+
  • Facebook Comentários (1)

    1 Comentário

    1. COISAS da Lara -

      Adorei participar, bjs

    Comente!

Posts relacionados