Os detalhes do chá de fraldas da Heloísa

chá de fraldas heloisaVai chegando perto do sétimo mês de gestação e as futuras mamães se preparam para o chá de fraldas ou chá de bebê. No meu caso, tudo foi preparado em pouco mais de uma semana e não contei com serviço de buffet, decoração, organização de festas ou consultoria. Na verdade, mal tive tempo de pensar no evento. Estava focada no TCC da pós graduação, que precisava entregar praticamente na mesma data do chá!

O que me ajudou bastante foi ter juntado referências que via na internet. Assim, ia guardando tudo numa pasta no computador e já tinha em mente, mais ou menos, como seria a decoração, os comes e bebes e as brincadeiras. Outro ponto importante foi que pude contar com a ajuda da minha irmã para praticamente tudo: da decoração à preparação das comidinhas.

As cores candy foram a inspiração para todo o chá de fraldas
As cores candy foram a inspiração para todo o chá de fraldas

Aliás, pude ver que essa é uma forma de juntar as pessoas que realmente gostam de nós: num detalhe ou outro, meu marido e até a minha mãe entraram na roda. E no fim das contas deu tudo certo, e com muito mais economia, claro.

Se você também está prestes a organizar um chá de fraldas, de bebê ou até mesmo a festinha de aniversário do seu filho, aqui vão algumas dicas que me ajudaram muito e que podem ser bem úteis:

– Tenha em mente qual será o tema da festa e veja o máximo de objetos que você já tem em casa e que podem ser aproveitados no dia. No meu caso, peguei todas as caixinhas, os potes de vidro e baús e usei na decoração. Olha só:

decoração candy color
Essas foram as caixas reaproveitadas, assim como a mesa com cavaletes. Fiz uma prévia de como deveria dispor as caixas na mesa e depois foi só caprichar na tinta em spray, que deixou tudo na cor que eu queria: amarelo, rosa e azul

– Faça uma lista honesta de convidados: não adianta convidar todo mundo só por convidar. As pessoas presentes têm que ter um propósito de estar ali. E acredite: quem realmente gosta da sua família não vai perder a ocasião por nada.

– Capriche no convite! Parece que ele é apenas um simples detalhe, mas na minha opinião, você já começa a saber como será a festa pelo convite. Por aqui, tenho o hábito de confeccionar os meus! Fiz o do chá de lingerie quando casei (ficou uma graça!) e também o do chá da Helô, tudo com a ajuda da minha maninha. E de quebra, economizei uma boa grana! (na internet vi esses mesmos convites a venda por R$ 7,50 a unidade. No entanto, com pouco menos de R$ 70 fizemos os 65 convites. Obviamente deu uma baita trabalho, mas valeu a pena). Veja só como ficou:

Cada detalhe do convite foi feito à mão. Amamos o resultado!
Cada detalhe do convite foi feito à mão. Amamos o resultado!

– Tenha em mente que uma parcela dos convidados também têm outros compromissos, e por um motivo ou outro não poderão comparecer. Eu sempre calculo que a metade estará presente. E dessa vez foi isso mesmo que aconteceu: das 65 pessoas convidadas, 35 estavam presentes.

– Pense no gosto do seu “público” em geral: não adianta fazer um acontecimento super luxuoso se as pessoas presentes estão acostumadas com festas mais simples. Comidinhas caseiras são sempre uma boa opção. No chá, optei por tortas, salgados fritos e assados e um bolo delicioso “bem bocado”, feitos pela minha irmã. Todos se deliciaram! Para beber, água, refrigerante e chá de amendoim, pois estava bem friozinho no dia. Ah, teve também uma canjica D-E-L-Í-C-I-A feita pela minha sogra. Assim, nos mantemos aquecidos e todo mundo ficou feliz.

A mesa de salgados
A mesa de salgados

– Faça as contas do que poderia ser substituído: no meu caso, gostei de um painel de bolinhas pronto. No entanto, cada tira de bolas sairia por R$ 10. E eu precisaria de várias tiras. A saída? Comprei tecido branco e meu marido e meu sogro fizeram a moldura do painel, usando o tecido. Depois foi só pendurar as lanternas/bolas japonesas e as tiras confeccionadas por nós, que custaram 10% do valor das já prontas.

Aqui, um geral do painel e da mesa principal
Aqui, um geral do painel e da mesa principal

– Invista em doces para a mesa: esse foi um detalhe importante, afinal, como tudo já tinha sido reaproveitado, era hora de caprichar no visual dos doces, que mais do que bonitos estavam super saborosos. Comprei pop cake, cup cake, brigadeiros e mini alfajores. Também recorri àqueles doces coloridos com maria mole na ponta, pois dão um efeito bonito na mesa, sem contar que lembra a infância.

Pop cake, mini alfajor, brigadeiros e a maria mole colorida
Pop cake, mini alfajor, brigadeiros e a maria mole colorida
chá de bebe

– Capriche no bolo: é bem comum usar as fraldas para fazer o bolo, mas eu queria um bolo que as pessoas pudessem comer ao final da festa. A escolha foi pelo Naked Cake, que acho super charmoso e tinha tudo a ver com a decoração. Quem fez foi a boleira da família, minha tia Sueli, que mandou super bem. Detalhe: foi a primeira vez que ela se arriscou nesse tipo de bolo! Se você também tem uma tia, prima ou amiga que gosta de fazer bolos, vale e muito conversar com elas.

Tia Sueli fazendo a montagem do Naked Cake
Tia Sueli fazendo a montagem do Naked Cake
Optamos por deixar o bolo menor, que seria do terceiro andar do bolo principal, em outra bandeja na mesa
Optamos por deixar o bolo menor, que seria do terceiro andar do bolo principal, em outra bandeja na mesa

– Opte por lembrancinhas que traduzam todo o seu carinho na preparação do evento e também na recepção dos convidados. Por aqui, optamos por doce de abóbora, feito pela minha mãe, que faz o melhor doce de abóbora que eu conheço! Comprei os potinhos de vidro e encapamos as tampinhas com tecidos e lacinhos de fita. Na hora de envasar e embalar sobrou pra todo mundo, até para a filha do meu marido. Olha a gente aí fazendo a maior farra em plena madrugada:

A família reunida na montagem das lembrancinhas
A família reunida na montagem das lembrancinhas
Humm... os doces estavam deliciosos
Humm… os doces estavam deliciosos
Aqui, os docinhos devidamente embalados
Aqui, os docinhos devidamente embalados

– Brincadeiras: elas serão uma das partes mais importantes de um chá de bebê/fraldas, afinal, vão entreter todas as convidadas. Como eu pedi fraldas para todas as convidadas, não fazia muito sentido aquela brincadeira de adivinhar o presente. Sem contar que eu não queria ficar toda pintada, com o rosto riscado ou a barriga rabiscada. Então, caprichamos em brincadeiras que todos participavam. Foram elas:

Bingo do bebê: funciona como um bingo mesmo, no entanto, no lugar de “cantar” os números, você fala nomes de coisas que tenham a ver com o universo materno e infantil. Cada participante recebeu uma cartela e conforme iam completando, os brindes eram distribuídos. Encontrei cartelas prontas nesse site, o que me ajudou muito!

Descubra a papinha: comprei 3 papinhas prontas, de sabores diferentes, e demos para cada participante provar. Quem acertou o sabor, levou presente pra casa!

Stop baby: é igual a brincadeira de Stop, feita com caneta e papel, mas em vez de usar as letras do alfabeto, escrevi o nome da Heloisa em cada folha sulfite e a participante que terminou primeiro de preencher levou o prêmio. O objetivo é que para cada letra do nome fosse colocado um objeto/acessório que tinha a ver com o universo materno/gestante. Por exemplo: H= hidratante/Hipoglós, E= escovinha de cabelo, L=luvinhas, O= óleo de corpo, I= inalador, S= sabonete, A= álcool.

Bem, acho que no geral foi tudo isso que rolou! Espero ter ajudado você que está prestes a fazer o seu chá também! Se tiver alguma dúvida ou comentário, é só escrever aqui embaixo!

Eu e minha irmã, Andressa, ansiosas pela chegada da Helô
Eu e minha irmã, Andressa, ansiosas pela chegada da Helô
Minha irmã, eu, meu marido e sua filha
Minha irmã, eu, meu marido e sua filha

 Fotos: Elda Martins

  • G+
  • Facebook Comentários (1)

    1 Comentário

    1. Viviane Suhet -

      Ficou incrível sua decoração.
      Parabéns.

    Comente!

Posts relacionados